3 em cada 10 policiais sairiam da corporação, aponta levantamento

Por lyafichmann

Pesquisa feita com policiais de todo o país revela que 73,7% são favoráveis à desmilitarização da PM. Ainda segundo o estudo, mais de um terço dos policiais brasileiros (34,4%) deixariam a corporação assim que houver uma oportunidade.

O levantamento, feito  em parceria com a FGV e a Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), foi divulgado nesta quarta-feira no 8º Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Foram entrevistados 21,1 mil policiais militares, civis, federais, rodoviários federais, bombeiros e peritos entre 30 de junho e 18 de julho.

Mais da metade dos policiais brasileiros acredita que o modelo de policiamento mais adequado ao país é o civil. Para 56,84% dos entrevistados, a PM deveria ser excluída, enquanto 14,22% preferem manter o modelo atual. Outros 8,95% pregaram a completa militarização da polícia.

Ainda de acordo com o estudo, 53,4% discordam que agentes sejam julgados pela Justiça Militar. Para 80,1%, há muito rigor em questões internas e pouco rigor em assuntos que afetam a segurança pública. Por este motivo, 63,6% querem o fim deste tipo de Justiça. Para 63,5% deles,  o foco de trabalho deveria ser reorientado para proteção dos direitos de cidadania.

 

20140731_SP09_Principais-Dificuldades

 

Reportagem de Pedro Campos

Loading...
Revisa el siguiente artículo