Prefeitura estuda criar duas faixas exclusivas em avenidas da capital

Por Caio Cuccino Teixeira
Segundo a SPTrans, o fim das linhas oferecerá aos usuários alternativas de trajetos mais curtos e rápidos | Marco Ambrosio/ Frame/ Folhapress A cidade de São Paulo conta com 379,8 km de faixas para ônibus | Marco Ambrosio/ Frame/ Folhapress

A prefeitura estuda criar uma segunda faixa exclusiva nas principais avenidas da capital, onde hoje funcionam espaços destinados apenas para ônibus. Segundo o secretário dos Transportes, Jilmar Tatto, a ideia é que sejam feitos estudos para a criação de uma “faixa solidária” que seria uma segunda etapa das faixas para ônibus, à direita.

A proposta, apresentada nesta quarta-feira durante reunião do Conselho Municipal de Transportes, é que em vias com pelo menos três faixas, e onde já há faixas para ônibus, seja reservada uma outra apenas para carros com mais de um ocupante, táxis e ônibus fretados. Ônibus que usam as faixas exclusivas também poderiam usar essa faixa para fazer ultrapassagens.

Tatto, no entanto, disse que a proposta ainda é embrionária e é preciso constatar se realmente há benefícios, para que depois seja discutida com a população.

Hoje, a cidade conta com 379,8 km de faixas para ônibus. A multa por invadir esses espaços é de R$ 53,20, mais cinco pontos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo