Homicídios têm queda mas roubos aumentam em São Paulo

Por Tercio Braga
Sede do Deic em Santana, na zona norte | Reprodução Sede do Deic em Santana, na zona norte | Reprodução

O Estado de São Paulo teve uma queda de 11,3% no número de homicídios registrados em fevereiro. Com 329 casos no mês passado, os homicídios chegam ao menor patamar para um mês de fevereiro na série histórica, com o mesmo número de casos registrados em 2012. No ano passado, houve 371 homicídios no mesmo período.

Leia mais
• Apenas 2% dos roubos em SP são esclarecidos, diz secretário

O resultado segue a tendência de queda deste indicador de criminalidade, que foi iniciada em abril do ano passado. No acumulado do ano, a redução é de 4,7%, com 751 casos nos dois primeiros meses do ano ante 788 no mesmo período de 2013.

Os dados fazem parte das estatísticas criminais divulgadas nesta terça-feira pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) no site da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Roubos

Os roubos tiveram um crescimento de 37,2%, com 25.274 casos no mês passado ante 18.426 em fevereiro de 2013. Além disso, os roubos de veículos subiram 28,5% no mesmo período, de 6.958 registros em fevereiro do ano passado para 8.942 no mesmo período de 2014.

Latrocínios

Além disso, os latrocínios – roubos seguidos de morte – estagnaram pelo segundo mês consecutivo, com 33 casos no mês passado, o mesmo número de fevereiro de 2013.

Furtos

Os furtos tiveram uma redução de 0,5%, com 42.071 casos registrados no mês passado, ante 42.279 em fevereiro de 2013. No acumulado do ano, o indicador registra queda de 1,8%, com 89.842 casos nos dois primeiros meses em janeiro e fevereiro de 2013, ante 91.472 no mesmo período do ano passado.

Este é o menor número registrado para este indicador de criminalidade em um mês de fevereiro desde 2010, quando foram registrados 38.327 furtos.

O número de veículos recuperados subiu 14,3%, de 7.237 casos em fevereiro de 2013 para 8.273 no mês passado.

Também houve alta no número de armas de fogo apreendidas, com um crescimento de 4,1% no primeiro bimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Este indicador de produtividade aponta que houve 3.048 apreensões de armas em janeiro e fevereiro de 2013, ante 2.929 no ano passado.

Loading...
Revisa el siguiente artículo