Alunos dizem que passam de ano mesmo sem aprender

Por Tercio Braga

Levantamento feito pelo instituto Data Popular mostra que 46% dos alunos da rede estadual de ensino afirmam já ter passado de ano sem aprender a matéria. Os alunos atribuem o avanço à progressão continuada. Para 75% dos estudantes e 94% dos pais o sistema no qual mesmo com notas insuficientes os estudantes não são reprovados não é o melhor modelo.

Divulgada ontem, a pesquisa “Qualidade da Educação nas escolas estaduais de São Paulo” ouviu 700 professores, 700 pais e 700 alunos da rede estadual de ensino.

A pesquisa mostra, ainda, que metade dos pais acha a qualidade do ensino regular ou ruim. Essa parcela sobe para 70% quando a avaliação é feita pelos estudantes (veja quadro abaixo).

Os alunos também disseram faltar, em média, cinco vezes por mês. Já os pais afirmaram que participam da vida escolar do filho, mas apenas um em cada quatro já foi a alguma reunião do conselho da escola.

O problema da violência também foi abordado. Para 70% dos estudantes, a escola onde estudam é violenta. Além disso, 44% dos professores e 28% dos alunos da rede estadual paulista já sofreram algum tipo de violência. E 35% afirmam já ter presenciado discriminação a homossexuais na escola.

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado disse que o modelo de progressão continuada foi aperfeiçoado no final do ano e as possibilidades de retenção foram ampliadas, permitindo que eventuais defasagens de conhecimento sejam corrigidas mais prematuramente.

qualidade-da-educacao620

Loading...
Revisa el siguiente artículo