Incêndio atinge Memorial da América Latina em São Paulo

Por Carolina Santos
Uma viatura dos bombeiros conseguiu apagar o fogo | Reginaldo Castro/ Folhapress Uma viatura dos bombeiros conseguiu apagar o fogo | Reginaldo Castro/ Folhapress

Um princípio de incêndio atingiu o Memorial da América Latina, em São Paulo, na tarde desta sexta-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo foi controlado rapidamente. Operários derrubaram um maçarico sobre os tubos de ar condicionado, o que gerou muita fumaça.

De acordo com a corporação, as chamas tiveram início em um pedaço de madeira. Uma viatura foi encaminhada ao local e o fogo foi extinto.

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas deverá concluir até o fim de abril o mapeamento do Auditório Simon Bolívar. Ainda não há um prazo final para a conclusão dos trabalhos nem o custo estimado.

Outro incêndio

Um incêndio de grandes proporções atingiu, na em novembro, o Memorial da América Latina, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo. O fogo teve início no auditório Simon Bolívar. Dois bombeiros ficaram feridos gravemente e foram levados para o Hospital das Clínicas. Outros 14 homens da corporação tiveram ferimentos leves.

O fogo começou na Avenida Auro Soares de Moura Andrade. Ao menos 37 viaturas do Corpo de Bombeiros foram encaminhadas para controlar as chamas. Segundo a corporação, um helicóptero Águia da Polícia Militar também acompanhou a ocorrência.

Com área de 84,5 mil metros quadrados, o memorial, que foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, fica no bairro da Barra Funda, na zona oeste paulistana. O complexo é dedicado a manifestações artísticas e científicas ligadas à identidade latino-americana. O conceito e o projeto cultural foram desenvolvidos pelo antropólogo Darcy Ribeiro.

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Memorial da América Latina em novembro de 2013 | Nacho Doce/ Reuters Um incêndio de grandes proporções atingiu o Memorial da América Latina em novembro de 2013 | Nacho Doce/ Reuters
Loading...
Revisa el siguiente artículo