Comandante de UPP de Manguinhos continua internado

O comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Manguinhos, na zona norte da cidade do Rio, capitão Gabriel Toledo, continua internado, em observação, no Hospital Central da Polícia Militar. Segundo a assessoria de imprensa da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), Toledo passa bem.

O oficial foi baleado na perna durante uma manifestação na noite desta quinta-feira, na comunidade. Ele foi levado inicialmente para o Hospital Federal de Bonsucesso, medicado e, depois, encaminhado ao Hospital da Polícia Militar.

Durante o protesto, outro policial militar, não identificado, foi ferido com uma pedrada na cabeça. Depois de medicado no hospital, ele foi liberado.

Na noite desta quinta-feira, moradores fizeram um protesto em Manguinhos, contra a desocupação de um prédio ao lado da Distribuidora de Suprimentos Disup, para obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), na Avenida Leopoldo Bulhões.

Criminosos teriam se infiltrado na manifestação e atacado os policiais. Cinco bases e dois carros da UPP na região foram incendiados. Tiroteios e ataques às UPPs também foram registrados nos complexos do Lins e do Alemão, e na comunidade de Camarista Méier, na zona norte.

Loading...
Revisa el siguiente artículo