Justiça manda soltar PMs que arrastaram mulher no Rio

Por Tercio Braga
Cláudia foi baleada em uma operação policial em sua comunidade | Reprodução TV Cláudia foi baleada em uma operação policial em sua comunidade | Reprodução TV

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu liberdade provisória aos três policiais militares que socorreram a auxiliar de serviços gerais Claudia Silva Ferreira, que teve o corpo arrastado por uma viatura.

Segundo a decisão, não há provas suficientes de que os PMs sabiam que a mulher estava sendo arrastada pelas ruas de Madureira, na zona norte da capital fluminense.

Claudia foi baleada durante uma operação policial no Morro da Congonha e colocada no porta-malas do carro. No caminho para o hospital, ela caiu, mas ficou presa a viatura por uma peça de roupa e foi arrastada por cerca de 350 metros.

Loading...
Revisa el siguiente artículo