Comandante da UPP Manguinhos passa por cirurgia após tiroteio

Por Tercio Braga
A Unidade de Polícia Pacificadora de Manguinhos foi inaugurada em janeiro de 2013 / Agnaldo Santana - Divulgação/UPP A Unidade de Polícia Pacificadora de Manguinhos foi inaugurada em janeiro de 2013 / Agnaldo Santana – Divulgação/UPP

Ferido em tiroteio em Manguinhos, o comandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da região, capitão Gabriel Toledo, será submetido a uma cirurgia vascular. Ele levou um tiro na perna direita. A cirurgia deve ser feita ainda nesta quinta-feira. O oficial foi levado para o Hospital Geral de Bonsucesso, onde passou por uma tomografia computadorizada, e ficou constatado que a bala atingiu uma artéria. O capitão será transferido para o Hospital da Polícia Militar, no Estácio.

De acordo com Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), criminosos se infiltraram em uma manifestação contra a desocupação de um prédio ao lado da Distribuidora de Suprimentos Disup, para obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), na Avenida Leopoldo Bulhões. Segundo a polícia, houve troca de tiros entre os criminosos e a polícia, momento em que o comandante foi atingido.

Por medida de segurança, os trens do ramal de Saracuruna não estão circulando devido à gravidade da situação em Manguinhos.

A Avenida Leopoldo Bulhões está fechada desde as 19h, quando começou a confusão. O tráfego está sendo desviado para a Avenida Dom Hélder Câmara e Rua Uranos, com grande congestionamento e reflexos nos bairros próximos. Quem vai seguir para o bairro de Benfica deve usar como opção a Avenida Brasil.

Loading...
Revisa el siguiente artículo