Carro de secretário é flagrado com giroflex em SBC

Ouvinte Dirceu Amaral/ Rádio Bandeirantes Ouvinte Dirceu Amaral/ Rádio Bandeirantes

Um veículo oficial da prefeitura de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, engrossa a lista daqueles que estamos acostumados a ver nas ruas cometendo irregularidades com o objetivo de se chegar mais rápido ao destino. O carro, que pertencente à Secretaria de Segurança Urbana do município, foi flagrado em horário de pico na Rodovia Anchieta.

Ele cortava o trânsito em alta velocidade e com o giroflex ligado- sinal luminoso colocado no teto e acionado em casos de emergência. Quem relata é Dirceu Rosa do Amaral, um dos motoristas que também trafegavam na rodovia.  “Eu, por curiosidade, olhei a chapa do carro. Está marcado o número 17 e[identificação de] secretário municipal de São Bernardo. Ele vinha a 120 km/h, 140 km/h. Está todo mundo naquela fila enorme e vem um, que é do Poder Público, que deveria dar o exemplo e não dá…”, conta.

A utilização do giroflex para esse tipo de veículo é ilegal. Sem saber que era gravado, o responsável pela frota da Prefeitura de São Bernardo do Campo, que se identificou apenas como Nicolau. “A própria empresa que coloca [o equipamento], no caso de uma necessidade. Na realidade, pela lei de trânsito, não pode usar”.

De prenome Marcos, o motorista que estava ao volante do carro da Secretaria de Segurança Urbana de São Bernardo foi localizado. Ele fez comentários a respeito do chefe, o secretário Benedito Mariano.  “Quando nós pegamos o corredor do trólebus, ele [o secretário] nos orienta para colocar [acionar o giroflex]”. Perguntado se acha correto o uso do equipamento, ele comenta que “depende da necessidade”.

Responsável pelo veículo, o secretário de Segurança Urbana de São Bernardo mora em outra cidade da Grande São Paulo, Osasco, e faz o trajeto entre os municípios diariamente, como relatou à Rádio Bandeirantes. “Ele [o motorista Marcos] me deixa em Osasco. Na volta, eu não sei [se ele usa o giroflex]. O que posso dizer é que eu não tenho esse tipo de conduta. Volto quase que sempre pelo Rodoanel. Não sei qual horário que ele [ouvinte] viu o carro no acostamento da Anchieta”, conta Benedito Mariano.

Apesar de ilegal em veículos que não prestem socorro ou realizem ações de emergência e fiscalização, o secretário não vê problemas no uso do equipamento. “Eu não acho que é irregularidade ter um giroflex no carro da Secretaria de Segurança. Para quem trabalha na área de segurança pública, não é anormalidade você ter giroflex para emergência. Eu sei qual é a possibilidade de uso: apenas em emergência para o trabalho”.

Sobre a declaração do motorista Marcos, que afirma receber orientação do secretário para usar o equipamento, Mariano diz que vai apurar a fala. “O que posso afirmar é que não há nenhuma determinação para cometer atos de irregularidade. Eu vou conversar com o Marcos sobre essa informação que ele deu, que não condiz com a verdade”.

O secretário, porém, confirma que já utilizou o giroflex. “Usei três vezes em cinco anos[período em que ocupa o cargo]. E, nas três vezes, não foi com o motorista Marcos e foi por emergência em relação à segurança, que eu não quero detalhar”, relembra. “Em razão do trabalho da secretaria, nós temos um giroflex”.

Mariano, que já ouvidor da Segurança Pública de São Paulo, afirma que vai verificar a informação. “Vou apurar a denúncia, que é séria. O que digo é que não cometi irregularidade e vou apurar essa situação”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo