Agora, táxi só pode circular no corredor fora do horário de pico

Por Nadia

Os cerca de 34 mil taxistas que circulam pela capital estão proibidos a partir desta segunda-feira de trafegar pelos corredores de ônibus, à esquerda, durante os horários de pico. A medida vale das 6h às 9h e entre 17h e 20h. Nos demais horários, a circulação fica liberada.

A mudança atende pedido do Ministério Público, que, em dezembro, exigiu da prefeitura a elaboração de um estudo avaliando o  impacto dos táxis na circulação dos ônibus nos corredores. O resultado obtido apontou que a velocidade média dos coletivos registraria um aumento de 20%, caso uma restrição fosse adotada.

Inicialmente, a CET não irá multar o taxista que circular durante o horário de pico. As autuações começarão a ser aplicadas no dia 14 de abril. O valor será de R$ 127,69, com acréscimo de cinco pontos na carteira.

Em contrapartida ao veto, a prefeitura liberou a circulação dos táxis nas faixas exclusivas, à direita, nas marginais Pinheiros e Tietê, e também nas avenidas Corifeu de Azevedo Marques, Indianópolis e Sumaré. “O serviço de táxi é importante para a cidade. Essas mudanças são uma conciliação do espaço sem atrapalhar o transporte coletivo”, afirmo o secretário dos Transportes, Jilmar Tatto.

Os taxistas criticam a medida e afirmam que a população sairá prejudicada pela decisão tomada pela administração Fernando Haddad (PT). O sindicato que representa a categoria ainda avalia se irá recorrer à Justiça contra a restrição.

Novas faixas

Serão implantados hoje mais 800 metros de faixa exclusiva para ônibus na avenida Lacerda Franco, na Vila Mariana. O transporte público terá prioridade em direção ao centro, no trecho entre a rua Heitor Peixoto e a avenida Lins de Vasconcelos, de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h e das 16h às 20h e, aos sábados, das 6h às 14h.

Com a medida, a capital passará a contar, no total, com 319,1 km de faixas.

20140317_SP03_-onde-serao-liberados

Captura de Tela 2014-03-16 às 20.39.23

Captura de Tela 2014-03-16 às 20.39.06

Homem com 60 anos pode usar ônibus de graça a partir de hoje

A partir de hoje, homens com 60 anos poderão utilizar os ônibus municipais de São Paulo gratuitamente. A medida foi publicada no “Diário Oficial” de sexta-feira. Antes da mudança, a gratuidade só era concedida com 65 anos.

A regra iguala a situação de homens e mulheres no transporte público municipal, já que elas já têm direito a andar sem pagar a tarifa de R$ 3 a partir dos 60 anos.

Para ter direito ao benefício, o interessado terá que requerer um Cartão Especial do Idoso, um Bilhete Único com a foto e o nome da pessoa. O cartão pode ser solicitado junto aos postos da SPTrans na cidade.

A prefeitura informa que a gratuidade será garantida mesmo sem o cartão. O passageiro terá um documento de identificação com foto.

Terá direito ao Cartão Especial do Idoso o passageiro que comprovar residência na região metropolitana de São Paulo ou nas cidades de Botujuru, Campo Limpo Paulista, Jundiaí e Várzea Paulista.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo