Ceagesp reabre parcialmente neste sábado, mas sofre prejuízos

Por george.ferreira

Neste sábado, a Ceagesp (Companhia de Entreposto e Armazéns Gerais de São Paulo) reabriu parcialmente, após protestos violentos contra a cobrança de estacionamento do local. A maior central de abastecimento da América Latina acabou contabilizando prejuízos.

Mesmo com os boxes destinados ao atacado abertos, poucos clientes estiveram no local para as compras.

Foi o segundo dia de trabalho perdido. Nesta sexta-feira, manifestantes quebraram cancelas, incendiaram as cabines de cobrança e um caminhão e depredaram dois prédios da administração.

Caminhoneiros contrários à cobrança da tarifa de estacionamento da Ceagesp fizeram barricadas e colocaram fogo em uma caçamba, logo após a portaria do armazém.

Por conta de um maior tempo de parada dos motoristas na cancela de entrada do local, houve congestionamento de caminhões e carretas na Avenida Doutor Gastão Vidigal e filas que chegavam a Osasco. O diretor do Ceagesp negou problemas na cancela. “Houve um atraso porque o caminhoneiro queria explicações e demorava um pouco mais nas cancelas”.

A cobrança por estacionamento na Ceagesp foi suspensa por tempo indeterminado.

Poucos clientes estiveram no local para as compras:

Loading...
Revisa el siguiente artículo