Sabesp inicia racionamento de água na Grande São Paulo

Por Caio Cuccino Teixeira

A Sabesp começou nesta quinta-feira a reduzir o fornecimento de água do sistema Cantareira para as cidades de São Caetano, no ABC, e de Guarulhos, na Grande São Paulo.

A medida é motivada por uma decisão da ANA (Agência Nacional de Águas) e do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), que determinaram uma redução de 15,5% na vazão do reservatório. O objetivo é evitar um colapso do sistema.

Na quinta, o Cantareira operava com apenas 15,6% de sua capacidade, a menor da história. As duas cidades já haviam sido alertadas há um mês e foram orientadas a incentivar programas de consumo racional da água.

Apesar de possuírem sistemas próprios de abastecimento, apenas São Caetano não será afetada inicialmente com o racionamento. A cidade obteve uma economia de 18% nesse período, enquanto Guarulhos apenas 2%. A redução de fornecimento será escalonada nos próximos quatro dias.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) negou nesta quinta-feira que a medida seja um racionamento. “Não, não é. A Sabesp tirava 33 metros cúbicos por segundo e passou a tirar 27,9, sem racionamento”, afirmou.

sabesp-arte-racionamento-agua

Loading...
Revisa el siguiente artículo