Protesto contra a Copa reúne 1.500 e dois são presos, diz PM

Por fabiosaraiva
Policiais militares e manifestantes contrários à realização da Copa do Mundo na região da avenida Paulista | Eduardo Anizelli/Folhapress Policiais militares e manifestantes contrários à realização da Copa do Mundo na região da avenida Paulista | Eduardo Anizelli/Folhapress

Cerca de 1.500 manifestantes, segundo dados da Polícia Militar, protestaram contra a Copa do Mundo no Brasil e ocuparam a região da avenida Paulista, na região central de São Paulo, na noite desta quinta-feira.

A estação Trianon-Masp, da linha 2-verde do Metrô, chegou a ter as portas fechadas e teve os vidros pichados por um manifestante. A maior parte dos manifestantes se concentrou próximo ao Masp (Museu de Arte de São Paulo).

Uma grande quantidade de carros da Polícia Militar acompanhava o grupo.  Via Twitter, a PM informou que uma bomba caseira foi lançada contra policiais na região do Masp, o que deu início a uma pequena confusão. Houve quebra-quebra e pelo menos duas pessoas foram presas, segundo a PM.

Policiais militares formaram linhas e se posicionaram ao lado dos manifestantes que saíram do largo da Batata, em Pinheiros, para tentar conter o avanço dos manifestantes para além do Masp, informa o repórter Marcelo Mora. Não há confronto, mas o clima está tenso na Avenida Paulista, que segue totalmente bloqueada.

Os PMs também tentaram agrupar os participantes do ato, que tiveram que sentar no chão e foram cercados. O grupo foi impedido de seguir por pelos PMs, que usou escudos e viaturas estacionadas.
O protesto reúne cerca de 1.500 ativistas, segundo a PM.

O ato foi iniciado no largo da Batata, em Pinheiros, na zona oeste da capital. Os manifestantes seguiram pelas avenidas Brigadeiro Faria Lima e Rebouças. O comércio local fechou as portas.

O policiamento foi bastante reforçado na região do largo da Batata, onde a manifestação teve início | Reprodução/Facebook O policiamento foi bastante reforçado na região do largo da Batata, onde a manifestação teve início | Reprodução/Facebook Rádio BandNews FM
Vista aérea do largo da Batata, momentos antes da manifestação contra a Copa | Foto: Cínthia, ouvinte da Rádio SulAmérica Trânsito Vista aérea do largo da Batata, momentos antes da manifestação contra a Copa | Foto: Cínthia, ouvinte da Rádio SulAmérica Trânsito
Loading...
Revisa el siguiente artículo