Manifestantes se reúnem no Largo da Batata para ato contra Copa

Por Caio Cuccino Teixeira
Ato contra a realização da Copa do Mundo no Brasil acontece em São Paulo, nesta quinta-feira | Joel Silva/Folhapress Ato contra a realização da Copa do Mundo no Brasil acontece em São Paulo, nesta quinta-feira | Joel Silva/Folhapress

Cerca de 600 pessoas participam de um protesto contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. O protesto acontece na região do Largo da Batata, na zona oeste de São Paulo.

A Polícia Militar acompanha a manifestação, que teve início nesta tarde. O contingente de agentes é grande e o ato segue de forma pacífica até o momento.

A Ouvidoria da Polícia do Estado de São Paulo também acompanha, pela primeira vez de perto, uma manifestação na capital.

Outro ato

A polícia deteve 260 manifestantes durante protesto contra a Copa do Mundo no centro de São Paulo, em fevereiro deste ano. Inicialmente, a Secretaria de Segurança havia informado que os apreendidos eram 230, mas o número foi revisto na tarde deste domingo. Segundo os policiais, alguns manifestantes portavam spray, estilingues, bolas de gude, correntes, máscaras, e até porções de maconha no ato, que teve início por volta das 17h da tarde na Praça da República e foi encerrado por volta das 23h.

Cinco policiais ficaram feridos: um soldado com corte no lábio, um cabo e outro soldado com fratura no membro superior; e um com corte no rosto. O último policial militar foi ferido por uma garrafada no pescoço e foi levado ao pronto-socorro Vergueiro. Entre os manifestantes, dois precisaram de atendimento médico. Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo