Governo de São Paulo aguarda transferência de Marcola

Por Caio Cuccino Teixeira
Marcola (de branco) está preso em Presidente Venceslau, no interior de São Paulo |Sérgio Lima/Folhapress Marcola (de branco) está preso em Presidente Venceslau, no interior de São Paulo |Sérgio Lima/Folhapress

O governo de São Paulo espera um novo julgamento sobre o pedido de transferência de Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, para o RDD (Regime Disciplinar Diferenciado).

Leia também:
• Agentes penitenciários entram em greve em São Paulo

O RDD implantado em Presidente Bernardes, por exemplo, prevê o isolamento do detento por até 22 horas diárias. A solicitação sobre o líder da facção que atua dentro e fora dos presídios paulistas foi feita pelo Ministério Público.

A requisição foi inicialmente negada na sexta-feira pelo desembargador Péricles Piza. Nesta segunda-feira, o secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, afirmou que há outro pedido feito em conjunto com a Secretaria da Administração Penitenciária.

As recentes informações de que um plano de resgate de Marcola utilizaria helicópteros blindados e um avião motivaram os pedidos. Após a divulgação do plano, a expectativa era de que o caso influenciasse uma decisão judicial.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo