"Choveu, Alagou" irá monitorar pontos crônicos em SP

Por george.ferreira

O verão tem sido atípico aqui em São Paulo, com um volume de chuvas bem menor do que habitual pra essa época do ano até agora. Ainda assim, alguns pontos crônicos de alagamento persistem em ruas da cidade há vários anos e a tendência é que voltem a atrapalhar a vida dos paulistanos com as “águas de março”.

Ouça mais:
Monitoramento começa a partir de hoje

A partir desta quinta-feira, a Bandnews FM – com a ajuda de seus ouvintes – vai monitorar e mapear os pontos crônicos de alagamento não só na capital paulista como também na região metropolitana, já que esse é um problema que extrapola os limites de São Paulo.

No “Choveu, Alagou”, o ouvinte pode indicar qual é o cruzamento, a praça, a rua ou a avenida que ficam sempre debaixo d’água quando cai chuva.

BandNews FM já cobrou a prefeitura de São Paulo e a Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras para saber quais são as ações em andamento em cada uma das regiões citadas na reportagem. No começo do ano, a prefeitura instalou placas alertando dos riscos de alagamento em algumas áreas da cidade.

Segundo o engenheiro do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência) Hassan Barakat, o lixo jogado nas ruas é responsável por 70% dos problemas de drenagem em São Paulo. “O primeiro [problema] que a gente observa é a obstrução da drenagem, seja por assoreamento, lixo ou até mesmo uma canalização que se tornou insuficiente por conta da grande impermeabilização do solo”.

Durante o período de chuvas, entre novembro e abril, chega a ter mil casos de alagamento em ruas e avenidas da cidade.

Para participar do “Choveu, Alagou”, basta se cadastrar no site da rádio e, assim como no “Buracômetro” e no “Trepida SP”, assinalar os pontos mais críticos de alagamento na Grande São Paulo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo