Menor confessa que planejou morte de jornalista em Porto Feliz

Por Tercio Braga
Corpo de jornalista foi encontrado em canavial no interior de São Paulo / Henrique Pereira/Band Corpo de jornalista foi encontrado em canavial no interior de São Paulo / Henrique Pereira/Band

O menor de idade apreendido suspeito de ter participado da morte de um jornalista em Porto Feliz, no interior de São Paulo, confessou ter planejado o crime uma semana antes. Namorado da vítima, ele afirmou em entrevista exclusiva ao repórter Marcio Campos, do Brasil Urgente, que cometeu o assassinato com a ajuda de mais três menores de idade.

A equipe de reportagem da Band acompanhou a polícia na busca do corpo de Celso Mazzieri, de 45 anos. Ele foi achado com um laço no pescoço, as mãos amarradas e com sinais de decomposição.

Segundo confissão, os quatro garotos mataram o jornalista ainda dentro do carro e abandonaram o corpo em um canavial. Supostas promessas não cumpridas pelo namorado teriam motivado o crime.

O jornalista estava desaparecido desde a noite da última sexta, quando foi visto saindo da sede da Rede Brasil. Ele era diretor de dois programas da emissora de TV: ‘A Tarde é Show’, apresentado por Nani Venâncio, e o ‘Petrucio Melo Show’.

Mazzieri deixou a emissora por volta de 19h de sexta e seguiu para Porto Feliz para encontrar alguns amigos e o namorado, um adolescente de 17 anos. Gravação do trajeto de 13 quilômetros feito pelo carro de Mazzieri até a boate pode ser usada pela polícia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo