Estado vai gastar R$ 35 milhões com blindados antiprotestos

Por fabiosaraiva

O governo do Estado vai colocar à disposição da PM (Polícia Militar) 14 veículos blindados para conter atos de vandalismo em manifestações. O processo de licitação, em andamento desde dezembro, prevê um gasto de US$ 15 milhões (R$ 35 milhões).

Entre eles estão quatro caminhões equipados com canhões de água para dispersar multidões. De acordo com a PM, cada veículo custará US$ 808,4 mil (de R$ 1,8 milhão).

Os blindados são  preparados para combinar água com tinta ou gás lacrimogêneo. O disparo chega a 60 metros de distância. Além disso, eles serão equipados com câmeras para a identificação  de manifestantes.

Os outros dez blindados serão destinados ao “controle de distúrbios civis e ações táticas e operacionais”.  Seis deles terão como função o transporte de até 24 policiais durante os atos.  Cada um custará US$ 1,5 milhão (R$ 3,6 milhões).

Com capacidade para levar de 8 a 12 PMs, os quatro restantes serão utilizados em distúrbios de menor intensidade. O  Estado irá gastar US$ 595,7 mil (R$ 1,3 milhão com cada um).

A meta do governo Geraldo Alckmin (PSDB) é colocar a frota antiprotestos nas ruas caso ocorram manifestações violentas durante os jogos da Copa. Para isso, o Estado corre contra o tempo para finalizar a licitação. A previsão é de que, escolhida a empresa, os primeiros veículos cheguem às vésperas do mundial.

 

Gilberto Carvalho

O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) disse nesta quarta-feira que “quebrará a cara” quem tentar politizar as manifestações durante a Copa. “Futebol é uma coisa, política é outra. O povo sabe essa diferença.”

 

20140227_SP06_Veiculo-antiprotesto


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo