USP Leste tem 40 dias para readequação, determina TJ-SP

Por Tercio Braga
Campus enfrenta contaminação do solo e risco de explosão | Divulgação Campus enfrenta contaminação do solo e risco de explosão | Divulgação

O TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) deu um prazo de 40 dias para que a USP (Universidade de São Paulo) tome providência em relação a seu campus leste, que tem contaminação do solo. A decisão foi tomada pela juíza Laís Helena Bresser Lang Amaral, da 2ª Vara de Fazenda Pública, a mesma que determinou a suspensão de todas as atividades no local a partir de janeiro deste ano.

Desde então, alunos e funcionários estão impedidos de entrar no complexo. Aulas de reposição serão ministradas em outras unidades da universidade. As aulas na Unidade Leste da instituição já estavam suspensas desde o último dia 16 dezembro em razão de uma infestação de piolhos de pombos.

A USP Leste obteve licença ambiental de operação em novembro do ano passado, mas não fez as adequações. No dia 2 de agosto, a unidade foi autuada pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) por descumprimento de 11 exigências. Uma delas trata justamente do sistema de extração de gases do subsolo do campus.

Determinação do TJ-SP para readequação da USP Leste | Reprodução Determinação do TJ-SP para readequação da USP Leste | Reprodução

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo