Polícia procura homem que jogou passageira nos trilhos do Metrô

Por fabiosaraiva

gravida-bate-cabeca-no-metro-reproducao620Duas passageiras sofreram acidentes graves no trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e no Metrô de São Paulo. Uma caiu ao ser abordada por seguranças, bateu a cabeça e está em coma. A outra foi empurrada por um usuário e teve um braço amputado. (assista o vídeo no fim do texto)

Um rapaz de cabelos curtos, de aproximadamente 25 anos e de camiseta branca aparece em imagens do circuito do metrô tentando puxar a bolsa de uma passageira. Não dá certo e o jovem escolhe aleatoriamente uma segunda vítima – Maria da Conceição, de 38 anos – para empurrá-la. Ela é arremessada sobre os trilhos. Segundo testemunhas, o agressor esperou que o trem se aproximasse e sem dizer nada a empurrou. Maria teve um braço amputado e está internada em estado grave.

Para tentar identificar o agressor a polícia pediu ao metrô imagens de outras câmeras espalhadas pela estação. Este foi o segundo caso de passageiros gravemente feridos em trens de São Paulo.

A outra ocorrência foi na estação Luz da CPTM, às 18h desta terça-feira, quando as plataformas estavam lotadas.

Segundo testemunhas, a vítima Nizanilde de Souza Silva passou pelo acesso preferencial. O estagiário que controla a passagem interveio agressivamente e pediu que ela apresentasse documentação.

Nizanilde disse que estava grávida e prosseguiu. Ela foi puxada por seguranças e pelo estagiário – de 17 anos. Na confusão, ela bateu a cabeça em um vagão que deixava a estação. Agora Nizanilde está em coma. Não há informações sobre a suposta gravidez.

O estagiário afirmou que foi Nizanilde quem o empurrou. Ninguém foi preso e a polícia também investiga abuso de autoridade e lesão corporal gravíssima. A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) disse também abriu uma investigação interna.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo