Governo de São Paulo autoriza uso de ‘volume morto’ das represas

Por Tercio Braga
Represa de Bragança Paulista, no interior de São Paulo | Luis Moura/Folhapress Represa de Bragança Paulista, no interior de São Paulo | Luis Moura/Folhapress

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse nesta quinta-feira que serão feitos investimentos imediatos para lidar com o baixo nível dos reservatórios de água do Sistema Cantareira. Segundo ele, a Sabesp já está autorizada a usar o chamado “volume morto” dos reservatórios, que é raramente utilizado pela dificuldade de prospecção. Estão sendo estudadas a criação de canais e bombas de maior profundidade na represa do Atibainha.   Nesta quinta, o sistema Cantareira registrava índice de 17,9%.

Veja também
• Sistema Cantareira precisa de 3 vezes mais chuva, aponta estudo

Faltando uma semana para o fim do mês, o volume de chuva na cidade foi de 48,7 mm. A média para o mês de fevereiro é de 202,6 mm, segundo a Sabesp.

Para que o nível dos reservatórios volte a subir, a chuva é necessária no sul de Minas Gerais, em Bragança Paulista e Vargem Grande, no interior. O fim de semana deve ter apenas chuvas isoladas  pelo Estado.

Nesta sexta-feira, o dia será parcialmente nublado na capital, com temperaturas variando entre 18oC e 30oC. Não há previsão de chuvas para o final de semana. 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo