Zelador diz que menino de Osasco pediu para não morrer

Por george.ferreira

O zelador do prédio em que um homem se jogou, junto ao filho de seis anos, do 13º andar, afirmou nesta terça-feira que o menino pediu para não morrer. O caso aconteceu na noite desta segunda-feira em Osasco, na Grande São Paulo.

“O pai tinha um amor muito grande pelo filho, ele era um homem normal. Larguei meu serviço, fui para casa e me chamaram dizendo que havia uma pessoa querendo pular. A criança gritava para que ele o colocasse no chão”, afirmou.

“Fui até o apartamento do lado, falei com ele e ele disse que iria se atirar”. Segundo ele, não demorou nem dois segundos para que os dois atingissem o chão.

“Ficamos com aquela sensação de não poder ajudar, de não poder fazer nada”, finalizou.

Entenda o caso

Uma briga de casal acabou com a morte de um homem e de seu filho em Osasco, na Grande São Paulo, na noite desta segunda-feira. O marido agrediu a esposa e, depois, se jogou da janela do 13º andar com o filho de apenas seis anos.

A mulher foi internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) após apanhar do marido. Ela levou socos no maxilar, segundo a polícia, e foi levada para o Hospital Antônio Giglio.

O caso aconteceu por volta das 22h30. Após a agressão, o homem pegou o filho e foi para a sacada. A polícia foi acionada e quando os PMs chegaram ao condomínio, o pai já tinha cortado a tela de segurança e estava com o filho no colo.

Em seguida, ele se jogou da sacada junto com o filho do casal. Os dois morreram na hora.

O caso foi registrado no 6º Distrito Policial de Osasco.

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo