São Paulo vai comprar bombas para retirar água do Cantareira

Por fabiosaraiva
Represa em Bragança Paulista  | Luis Moura/Folhapress Represa em Bragança Paulista | Luis Moura/Folhapress

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou que a Sabesp vai comprar bombas  de captação para tirar mais água do sistema Cantareira. A medida emergencial é mais uma tentativa do Estado de evitar o racionamento na Grande São Paulo.

Mesmo com as chuvas do final de semana, o nível do sistema Cantareira segue no vermelho. Ontem, o reservatório operava com 18,5% da capacidade.

A compra dos equipamentos foi definida após estudo de técnicos da Sabesp autorizar o uso do chamado  “volume morto” do Cantareira, ou seja, a água do subsolo. “A ideia é deixar essa reserva como uma garantia”, disse o governador.

Inicialmente, o governo deve autorizar o uso de 50 milhões de metros cúbicos, garantindo o abastecimento das 8 milhões de pessoas abastecidas pelo Cantareira.  No total, é possível captar 400 milhões de metros cúbicos.

Previsão

A frente fria que chegou sexta-feira continua sobre São Paulo, deixando o dia nublado. Hoje, a máxima não passa dos 25oC, e a mínima vai ficar em torno dos 18oC.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo