Polícia faz uma nova reconstituição da morte de executivo da Yoki

Por george.ferreira

Uma nova reconstituição sobre a morte do empresário Marcos Kitano Matsunaga foi realizada hoje em Cotia, na Grande São Paulo. O executivo da empresa de alimentos Yoki foi baleado e esquartejado pela mulher, Elize Matsunaga, que confessou o crime, ocorrido em maio de 2012.

O Ministério Público quer saber se Elize teve ajuda de outra pessoa para se livrar do corpo. Ela não participou da reconstituição, que aconteceu na estrada dos Pires, onde parte do corpo de Marcos foi descartada.

Elize está presa na penitenciária feminina de Tremembé, no interior paulista.

Em dezembro do ano passado, peritos do Instituto de Criminalística estiveram no edifício na Vila Leopoldina, onde o casal morava, para identificar a existência de possíveis “pontos cegos” no local. A nova perícia havia sido requisitada pelo Ministério Público, no inquérito policial que apura a presença de uma terceira pessoa na cena do crime, além da acusada e da vítima.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo