Haddad anuncia ampliação no programa "De Braços Abertos"

Por george.ferreira

A prefeitura de São Paulo anuncia a ampliação do horário de atendimento aos beneficiários do programa ” De Braços Abertos” e uma redução de 50 por cento, em média, no consumo da droga.

Diante de constantes críticas sobre a eficácia da operação, o prefeito Fernando Haddad afirmou hoje que não atingir a meta de 100 por cento não significa o insucesso do programa.  Desde o início do trabalho, a equipe de secretários municipais envolvidos na ação ressalta que são naturais recaídas entre aqueles que consomem crack.

Para o prefeito da capital, o importante é persistir, especialmente em atividades noturnas que agora deverão ocorrer até às 22 horas, para que os dependentes se mantenham ocupados por mais tempo.  Fernando Haddad reiterou que o mal-estar gerado entre prefeitura e estado, após uma operação da Polícia Civil na Cracolândia, já está superado e que o govenador Geraldo Alckmin está envolvido com o tema.

Em um trabalho conjunto entre a Polícia Militar e a Guarda Civil, já foram detidos 25 suspeitos de tráfico e apreendidas 4 mil pedras de crack que seriam distribuídas na região.  Sobre as condições de higiene e moradia de determinados hotéis que abrigam os participantes do ” Braços Abertos”, a secretária municipal de Assistência Social Luciana Temer informou  o desligamento de um deles.

O Conselho Comunitário de Segurança da região da Luz, no centro, chegou a enviar ofício para a prefeitura em que faz uma série de solicitações relacionadas a essas falhas.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo