Motim em penitenciária deixa dois mortos e dez feridos no Recife

Por Tercio Braga

Dois presos da Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá, na Região Metropolitana do Recife, morreram nesta quinta-feira, durante um motim em um dos pavilhões da unidade. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Ressocialização do estado, dez detentos ficaram feridos. A secretaria classifica a ocorrência como motim (ação contra a ordem estabelecida), alegando que o tumulto não chegou a fugir ao controle – o que caracterizaria uma rebelião.

De acordo com a secretaria, o tumulto começou por volta das 7h30 (horário local), por motivos que estão sendo apurados. Homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar e da Companhia Independente de Operações Especiais foram deslocados para o local, mas os próprios agentes penitenciários conseguiram controlar a situação perto das 9h30. Só então os soldados entraram na penitenciária para revistar os detentos.

Notícias divulgadas pela imprensa local relatam que alguns presos conseguiram chegar ao telhado da unidade, onde abriram faixas e mostraram armas improvisadas. O corpo de um detento, aparentemente morto, chegou a ser exibido pelos presos. Ainda de acordo com a imprensa local, os presos protestavam contra a precariedade das instalações, a qualidade da comida e a gestão da unidade.

Com capacidade para 650 presos, a Penitenciária Agrícola de Itamaracá, como é conhecida, abriga 860 detentos. No Pavilhão G, onde o tumulto ocorreu, estão encarcerados 200 homens.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo