Manicure é condenada a 32 anos de prisão por matar menino

Por fabiosaraiva

A Justiça do Rio condenou a 32 anos de prisão, em regime fechado, a manicure acusada de matar o filho de uma amiga, de apenas seis anos, em Barra do Piraí.

Suzana do Carmo de Oliveira Figueiredo, de 22 anos, foi condenada pelos crimes de extorsão mediante sequestro, morte e ocultação de cadáver. De acordo com a denúncia do Ministério Público, ela sequestrou João Felipe Bichara, em março de 2013, com o intuito de pedir resgate.

A acusada pegou o garoto na escola, o levou para um hotel e deu a ele medicamentos soníferos. João Felipe, no entanto, não ingeriu toda a quantidade de remédios e não adormeceu.

Ele flagrou a manicure pedindo R$ 300 mil de resgate e passou a questioná-la. Descontrolada, Suzana acabou matando o menino asfixiado. O caso foi esclarecido com a ajuda de funcionários do hotel e do taxista que transportou os dois até o local.

Durante a fase de  julgamento, a Justiça de Barra do Piraí liberou o vídeo do depoimento de Suzana.

Veja abaixo:

 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo