Polícia prende um dos suspeitos de ataque a filho de Alckmin

Por Tercio Braga
Suspeitos de ataque a  Thomaz Alckmin, filho do governador, são levados em carro da polícia na sexta-feira | Avener Prado/Folhapress Suspeitos de ataque a Thomaz Alckmin, filho do governador, são levados em carro da polícia na sexta-feira | Avener Prado/Folhapress

A Polícia Militar prendeu na manhã desta quarta-feira um dos suspeitos de tentar assaltar o carro de Thomaz Alckmin, filho do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. A prisão aconteceu na cidade de Barueri.

Após investigações, Edson Alves Caetano, de 40 anos, foi detido e reconhecido pelos seguranças de Thomaz que faziam parte da escolta no dia da tentativa de assalto. No momento, Edson é interrogado pelo delegado Hélio Bressan na Delegacia Central de Barueri.

Outras prisões

Na noite da última sexta-feira, oito homens suspeitos de participarem da abordagem ao carro do filho de Alckmin também foram presos pela Polícia Militar. O grupo foi detido em uma residência no bairro Campo Belo, em Campinas.

Segundo informações da PM, um traficante teria ligado informando o local onde estariam os suspeitos. Foram apreendidos com eles dois celulares, dois revólveres e uma lista de contatos. O grupo foi encaminhado ao Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais).

O caso

No último dia 2, o carro do filho do governador foi cercado por criminosos. Em seguida, os policiais que faziam parte da escolta de segurança deram voz de prisão ao grupo, quando começou um tiroteio.

Os homens fugiram e o carro deles foi encontrado horas depois. Thomaz e a neta do governador, que também estava no carro, foram levados para casa.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo