"Ele estava assustado", diz delegado

Por george.ferreira

O suspeito de ter acendido o rojão que matou o cinegrafista da Band Santiago Andrade estava assustado em um quarto pequeno de uma pensão quando foi encontrado pela polícia nesta madrugada em Feira de Santana, na Bahia. “Ele estava extremamente assustado. Acalmei ele e garanti seus direitos”, conta o delegado Mauricio Luciano, que esteve no momento da detenção de Caio Silva de Souza, de 22 anos.

O delegado estava acompanhado da namorada e do advogado do suspeito. “O advogado auxiliou, confirmado o destino dele, confirmando que ele estava saindo do estado”, diz Luciano em coletiva de imprensa nesta quarta-feira. “A polícia chegou primeiro ao Caio por causa da intervenção do advogado”, aponta o chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Fernando Veloso.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo