Santiago: suspeito de acionar rojão fugiu às pressas de casa

Por Tercio Braga

casa acionador rojao reproducao-620O autor do disparo que matou o cinegrafista Santiago Andrade já tem passagens pela polícia. O histórico de Caio Souza é de violência em manifestações. Imagens exclusivas do Jornal da Band feitas na casa dele, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, revelam indícios de uma fuga às pressas.

Leia mais
• Suspeito de acender rojão é funcionário de hospital estadual
• Band divulga últimas imagens registradas por Santiago

Caio mora em uma casa com o pai há cerca de um ano e meio. Ele foi visto pela última vez por vizinhos no inicio da noite de ontem. Na manhã desta terça, a Polícia Civil esteve no local com a ordem de prisão. De acordo com vizinhos, os agentes apreenderam um par de tênis que seria o mesmo que ele usava no dia do crime. Eles também encontraram apenas roupas de inverno, o que seria um indicativo de fuga.



O guarda-roupa estava vazio e, na cama de Caio, há uma mochila e a bandeira do Brasil. No lixo foi achada uma revista de samurai, guerreiros orientais da antiguidade.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo