PF também vai investigar morte de cinegrafista, afirma Dilma

Por Tercio Braga
Santiago Andrade teve morte cerebral declarada nesta segunda-feira | Arquivo pessoal Santiago Andrade teve morte cerebral declarada nesta segunda-feira | Arquivo pessoal

Dilma Roussef classificou como inadmissível a morte do cinegrafista da Band, Santiago Andrade, atingido por um rojão durante um protesto no Rio, na quinta-feira. Via Twitter, a presidente se declarou “revoltada” com o acontecido e determinou que a Polícia Federal dê apoio às investigações sobre os responsáveis pelo lançamento do artefato.

Leia também
• Cinegrafista atingido por rojão tem morte cerebral decretada
• Advogado quer acordo para que tatuador ajude a polícia

“A morte cerebral do cinegrafista Santiago Andrade, anunciada hoje, revolta e entristece”, comentou. “Não é admissível que os protestos democráticos sejam desvirtuados por quem não tem respeito por vidas humanas.”

Em suas postagens, Dilma fez questão de salientar a importância das manifestações para o regime democrático, mas lembrou que os protestos não são um salvo-conduto para agressões e vandalismo.

“A liberdade de manifestação é um princípio fundamental da democracia e jamais pode ser usada para matar, ferir agredir e ameaçar vidas humanas, nem depredar patrimônio público ou privado”, escreveu. “Determinei à PF que apóie, no que for necessário, as investigações para a aplicação da punição cabível.”

Doação de órgãos

A família de Santiago Andrade, cinegrafista da Rede Bandeirantes que teve morte cerebral confirmada após quatro dias internado, decidiu doar os órgãos do repórter cinematográfico.

Santiago foi levado em coma ao Hospital Municipal Souza Aguiar, depois de ter sido atingido na cabeça por um rojão disparado por integrantes do grupo Black Bloc, enquanto trabalhava cobrindo a manifestação que estava ocorrendo no Centro do Rio de Janeiro contra o aumento das passagens de ônibus.

Confira abaixo a nota oficial da Secretaria Municipal de Saúde informando a morte:

“A Secretaria Municipal de Saúde lamenta informar a morte encefálica do paciente Santiago Ilídio Andrade, diagnosticada nesta segunda-feira (10) pela equipe de neurocirurgia do Hospital Municipal Souza Aguiar, onde ele está internado no Centro de Terapia Intensiva desde a noite de quinta-feira.

A pedido da família, a SMS torna público o agradecimento a todos os que torceram pelo seu restabelecimento e que, num ato de solidariedade, atenderam ao chamado para doar sangue ao Hemorio.”

Conheça o perfil de Santiago Andrade:
 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo