Jovem preso admite conhecer manifestante que acendeu rojão

Por fabiosaraiva
Fábio deu depoimento sobre a explosão do artefato | Reprodução/Band Fábio deu depoimento sobre a explosão do artefato | Reprodução/Band

O tatuador preso por envolvimento na ação com o rojão que atingiu o repórter cinematográfico da Band Santiago Andrade admitiu que conhece o manifestante que acendeu o artefato.

No entanto, Fábio Raposo ainda não revelou o nome desse segundo manifestante.

Leia mais:

Jovem é preso por tentativa de homicídio de cinegrafista
Estudante admite ter entregue rojão que atingiu cinegrafista
Perícia conclui que rojão feriu cinegrafista durante protesto

Durante depoimento neste domingo, dia 9, ao delegado Maurício Luciano, titular da Delegacia de São Cristóvão, o tatuador afirmou que está recebendo ameaças para assumir o crime sozinho.

Em seu primeiro depoimento, o tatuador admitiu ter entregado o rojão ao criminoso, mas afirmou não conhecer o autor do disparo. A polícia contestou a versão, pois em uma das imagens é possível ver os dois caminhando juntos.

 

De acordo com o delegado Maurício Luciano, a polícia analisa todas as imagens feitas durante a maifestação da última quinta-feira para tentar identificar o homem de camisa cinza que lançou o rojão.

A expectativa é que Fábio ajude a policia nas investigações, em troca da delação premiada, que pode reduzir sua pena.

Doação sanguínea

O repórter cinematográfico Santiago Andrade continua internado em estado grave o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade. Ele precisa de doação de sangue. Seu tipo sanguíneo é O positivo.
 


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo