Médica cubana será descredenciada do "Mais Médicos"

Por george.ferreira

A médica cubana que pediu refúgio depois de fugir do Pará será descredenciada do “Mais Médicos”. Ela quis deixar de participar do programa depois de descobrir que recebe um salário de cerca de R$ 1 mil enquanto os participantes de outras nacionalidades ganham R$ 10 mil.

Antes do pedido de refúgio, o Ministro da Justiça, José Eduardo Cardoso, havia dito que após o descredenciamento a médica teria que voltar a Cuba. “A partir do momento em que ela for descredenciada do programa, ela passará a ser uma estrangeira em situação irregular”.

Sobre a acusação de trabalho escravo, o novo ministro da saúde disse apenas que quando a oposição estava no governo não procurou achar uma saída para o problema da falta de médicos.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo