Alckmin vê sabotagem, enquanto passageiros viajam espremidos

Por fabiosaraiva

cada-vez-mais-esprimidos-620Após a paralisação por cinco horas de quase toda a linha Vermelha na noite de terça-feira, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e  o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirmaram que o tumulto foi resultado da ação de um grupo de “vândalos” e não descartaram a possibilidade de “sabotagem”. “Eu não acredito que essas coisas sejam geração espontânea, acho que precisa ser investigado”, afirmou o governador.

Veja também
Metroviário diz que tumulto não foi planejado
MP: trem que falhou é de grupo reformado pelo estado

O secretário disse que o problema teria sido resolvido em até 15 minutos, caso os passageiros não tivessem acionado os botões de emergência em sete composições.

Quem conhece a linha Vermelha sabe que a tese é difícil de ser sustentada. A hipótese mais provável é de que os passageiros acionaram os botões de emergência para escapar do calor acima de 40oC.

O Metro Jornal esteve nesta quarta-feira na estação Sé, por volta das 18h, e tentou embarcar em um trem da linha 3, sentido Itaquera. A reportagem precisou esperar 15 minutos (cinco composições) para conseguir entrar. No vagão, era impossível se mexer. Mesmo com o ar condicionado funcionando, o calor era insuportável.

“É todo dia um inferno. O governador deveria usar o metrô para ir e voltar do trabalho”, afirmou a auxiliar administrativa Sônia Maria, de 58 anos. Terça ela saiu do trabalho, no centro, às 18h e só conseguiu chegar em casa, na Cidade Tiradentes, na zona leste, após as 23h. “Tive que pegar dois ônibus.”

outro lado metroO corretor de imóveis Roger Barbosa, de 47 anos, criticou a falta de investimento nos transportes. “Todo dia tem pane e lentidão. Nunca melhora. Se o governador e o secretário de transportes pegassem isso aqui, duvido que iriam pensar em sabotagem.”

O presidente do sindicato dos metroviários,  Altino de Melo Prazeres Júnior, diz que mais panes e tumultos podem ser esperados na linha Vermelha por conta da superlotação.

“É um absurdo o governador e o secretário  colocarem a culpa na população. Eles estavam cientes dos riscos. Qualquer um em um trem lotado, sem ar condicionado, teria a mesma reação.”

Passageiros lotam a plataforma da estação Sé do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, no sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros lotam a plataforma da estação Sé do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, no sentido Corinthians-Itaquera | André Porto/Metro
Porta de composição do metrô prende bolsa de passageiro, por causa de lotação no vagão, no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Porta de composição do metrô prende bolsa de passageiro, por causa de lotação no vagão, nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrônesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô, nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro
Passageiros se espremem em vagão do metrô no final da tarde desta quarta-feira na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro Passageiros se espremem em vagão do metrô nesta quarta-feira, por volta das 18h, na linha 3-vermelha, sentido Corinthians-Itaquera. No início da noite de terça-feira, uma pane causou transtornos e caos, com quebra-quebra e passageiros andando pelos trilhos. A situação só foi normalizada cinco horas depois | André Porto/Metro

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo