Estudantes encontram problemas para carregar o Bilhete Único

Por talita

Uma sobrecarga no sistema de dados da SPTrans – empresa que gerencia o transporte público da capital paulista – tem dificultado a liberação das cotas do Bilhete Único para os estudantes paulistanos, informam atendentes da Central 156 da prefeitura de São Paulo quando questionados sobre o problema pelos usuários do serviço.

Estudantes relataram que, mesmo após o pagamento da tarifa para validar a passagem reduzida para o ano letivo de 2014, não conseguem obter o desconto em ônibus e metrô. Ao entrar em contato com a Central 156, eles são informados de que seu cadastro está correto, mas que o benefício não estaria em vigor por problemas no sistema de liberação da SPTrans. “Eles vão liberando aos poucos”, disse uma atendente, que não tem previsão sobre o momento em que o serviço será normalizado. Ela também sugere que o estudante verifique diariamente nos terminais de recarga se a cota já foi liberada.

Até o último semestre, assim que se pagava a cota do ano letivo, o aluno aguardava dois dias para poder carregar seu Bilhete Único com desconto. Agora, alguns estudantes aguardam há mais de uma semana para poder usar o benefício.

Para que se consiga mais detalhes sobre o que está acontecendo, a Central 156 propõe que o usuário ligue para o número 3101-9551. Em várias tentativas ao longo da última semana, a reportagem se deparou com a linha ocupada em todas elas. Ao questionar uma atendente da Central 156 sobre o motivo de não haver atendimento pelo telefone informado, ela explicou que o número tem recebido “muitas ligações” a respeito do problema nos últimos dias.

Na conta da SPTrans nas redes sociais, estudantes têm reclamado diretamente com a companhia. Veja algumas das mensagens:

Screen-shot-2014-02-04-at-10.21
sptrans1
Sptrans2
Sptrans3
SPtrans4

A SPTrans não confirma a sobrecarga no sistema que impede a liberação das cotas informada pelos atendentes, mas mostra que milhares de liberações estão pendentes. “Até dia 31 de janeiro, 715 mil cadastros foram enviados pelas escolas para a SPTrans. Desses, 102 mil estudantes solicitaram seu Bilhete Único, tendo que 60 mil já foram enviados para as secretarias das escolas ou revalidados; 42 [mil] estão em processo de produção”.

Sobre problemas de comunicação dos estudantes para relatar falhas no atendimento, a companhia aponta que o “telefone 3101 9551 atende exclusivamente sobre Bilhete Único Escolar e não teve nenhum tipo de anormalidade em seus serviços e, sim, uma demanda muito grande de ligações”. A companhia também afirma que os estudantes que, eventualmente, tenham tido problemas no processo serão ressarcidos, e lembra que, desde 27 de janeiro, as cotas de fevereiro de 2014 estão liberadas para compra.

“Vale lembrar que as dificuldades atuais apresentadas pelo sistema são decorrentes dos oito anos de ausência de investimentos que se seguiram à implantação do Bilhete Único, em 2004”, diz a companhia, por meio de nota. “A SPTrans esclarece que já está em fase de conclusão uma licitação que permitirá refazer e modernizar todo o sistema de bilhetagem eletrônica na cidade”.

A SPTrans comunicou que qualquer problema relacionado ao Bilhete Único Escolar poderá ser informado à companhia pelo site do setor.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo