Ministro deve derrubar sigilo do caso de cartel no metrô em SP

Por Caio Cuccino Teixeira
Ministro disse que enviará para a primeira instância parte da investigação daqueles que não tem foro privilegiado | José Cruz/ABr Ministro disse que enviará para a primeira instância parte da investigação daqueles que não tem foro privilegiado | José Cruz/ABr

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello afirmou nesta segunda-feira, dia 3, que abrirá o sigilo de parte das informações do inquérito que investiga o suposto cartel formado para as licitações do Metrô e da CPTM, em São Paulo.

Os nomes dos investigados devem ser divulgados, mas informações protegidas por lei, como dados bancários e fiscais, devem ser mantidas em segredo.

Segundo o ministro, parte da investigação sobre os suspeitos que não têm foro privilegiado no STF serão enviadas para a primeira instância. Assim, será feita no Supremo a apuração relativa a deputados federais em exercício e licenciados.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo