Desconto na conta de água em SP pode chegar a 48%

Por talita
Sistema Cantareira operava com 21,7% da capacidade na tarde de ontem | Moacyr Lopes Junior/Folhapress Sistema Cantareira operava com 21,7% da capacidade na tarde de ontem | Moacyr Lopes Junior/Folhapress

Com o risco de racionamento cada vez mais real, a Sabesp decidiu oferecer um desconto para os consumidores que reduzirem o consumo de água nos próximos meses. O abatimento será de 30%, desde que o morador reduza em no mínimo de 20% o gasto médio de metros cúbicos.

A medida, que já entrou em vigor, vale para os cerca de 8,4 milhões de consumidores atendidos pelo sistema Cantareira, que fornece água para bairros do centro e das zonas leste, norte e oeste da capital, além de 10 municípios da região metropolitana.

De acordo com a Sabesp, o desconto total pode chegar até 48% porque, ao diminuir o consumo de água, a faixa de cobrança do cliente será menor do que a atual (veja ao abaixo).

A troca de abatimento  na conta pela redução do consumo ocorreu pela última vez em 2004, quando a capital enfrentou um período longo de seca. Ontem, o sistema Cantareira operava com 21,7% da capacidade, o nível mais baixo desde o início da medição pela empresa estadual.

Calor segue recorde

Sábado, primeiro dia de fevereiro, os termômetros chegaram a 35,8oC, a temperatura mais alta deste ano e recorde para o mês desde que o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) começou a registrar as temperaturas diárias, há 71 anos.

A máxima mais elevada em um mês, até então, foi registrada em 3 de fevereiro de 1984, quando a temperatura alcançou 34,7oC.

Ontem, a máxima em São Paulo chegou a 35oC, segundo o Inmet.

Hoje, a temperatura deve alcançar 34oC e a mínima, 22oC. À tarde, são esperadas pancadas de chuva em pontos isolados da cidade. A umidade continuará na casa dos 20%.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo