6 homens são presos por espancar gay até a morte em SP

Por george.ferreira

A Polícia Civil prendeu quatro criminosos e apreendeu dois adolescentes envolvidos na morte do auxiliar administrativo Bruno Borges de Oliveira, de 18 anos, em São Paulo. O crime teria sido motivado por homofobia.

De acordo com a polícia todos confessaram participação no assassinato do rapaz. Bruno foi morto na madrugada do dia 28 de janeiro quando voltava para casa com dois amigos após sair de uma balada no bairro da Bela Vista, no centro da cidade.

Dois amigos de Bruno conseguiram fugir assim que foram abordados pelo grupo, mas a vítima foi golpeada com um skate e caiu no chão.

Segundo o diretor do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), mesmo sem reagir, ele foi espancado e morreu no local.  Wagner Giudice afirmou que a quadrilha já havia praticado outros crimes semelhantes.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo