Vereadores querem táxis nos corredores de ônibus de São Paulo

Por Caio Cuccino Teixeira
Taxistas querem continuar nos corredores | Marco Ambrosio/Frame/Folhapress Taxistas querem continuar nos corredores | Marco Ambrosio/Frame/Folhapress

Vereadores da situação e da oposição na Câmara Municipal querem liberar o uso dos corredores e das faixas de ônibus para os taxistas.

No retorno dos trabalhos na Casa, na próxima terça-feira, um projeto de lei deve ser apresentado autorizando a circulação dos táxis nas vias exclusivas. A proposta conta com o apoio do presidente da Câmara, José Américo (PT), e dos vereadores Ricardo Young (PPS) e Adilson Amadeu (PTB).

Os parlamentares também tentarão mediar uma negociação entre os taxistas e a prefeitura, que apresentou um estudo apontando que a circulação dos táxis nos corredores aumenta a lentidão. Um encontro do grupo com o prefeito Fernando Haddad (PT) e o secretário dos Transportes, Jilmar Tatto, deve ser marcado para a próxima semana.

Ministério Público

O promotor Maurício Ribeiro Lopes disse ontem que não prorrogará o prazo para que os taxistas apresentem o contrato com uma empresa responsável por apresentar um segundo estudo contestando a avaliação da administração municipal. O prazo para entrega do documento vencia nesta quinta-feira.

Sem a apresentação do contrato, a Promotoria irá manter o domingo como data limite para que a prefeitura revogue o decreto que autoriza o uso corredores.

Caso a determinação não seja cumprida, Ribeiro Lopes promete ingressar com uma ação civil pública exigindo o cumprimento da medida pela administração municipal.

A Secretaria dos Transportes informou que ainda não decidiu se adotará ou não a proibição.

Alvarás

O Tribunal de Justiça autorizou a prefeitura a renovar os alvarás dos taxistas da capital. Uma liminar de agosto impedia a renovação e exigia a realização de uma licitação para concessão das autorizações.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo