Policiais que agrediram jovem são identificados em São Paulo

Por Caio Cuccino Teixeira
Moradores flagaram o momento em que o policial atropelou a jovem com uma moto |Reprodução Moradores flagaram o momento em que o policial atropelou a jovem com uma moto |Reprodução

A PM (Polícia Militar) já sabe quem são os policiais que agrediram uma estudante, de 18 anos, após a manifestação contra a Copa no sábado, no centro. A jovem também foi atropelada por um PM em uma moto, Ele é o único que ainda não foi identificado. Na quarta-feira, o comandante-geral da PM, Benedito Roberto Meira, classificou a ação dos policiais como “conduta criminosa” e afirmou que os agentes serão punidos.

Um vídeo feito por moradores mostra o momento do atropelamento. (veja no www.metrojornal.com.br.)

A jovem voltava para casa com uma prima quando foi abordada por equipes da PM na rua Paim.

“Ela falou que oito policiais deram pontapés e socos”, disse o pai da estudante. As imagens mostarm que, depois de apanhar, ela ficou jogada na calçada. Quando tentou se levantar, foi atropelada pelo policial. A prima conseguiu fugir.

“Ela está bem, mais indignada que com medo. E eu também, muito indignado. Eles nem socorreram depois”, disse o pai. O socorro foi prestado pelas pessoas que filmaram a cena e pela prima, que voltou ao local.

O pai não quis se identificar e preferiu não dizer o nome da filha por temer represálias.

Segundo o pais, a jovem já havia participado de outros protestos e comentado que a polícia costuma agir de forma violenta.

A ação dos PMs será investigada pela Corregedoria da Polícia. A Secretaria de Segurança classificou o caso como grave.

Página de protestos é excluída

O Facebook excluiu na terça-feira a página criada para divulgar os protestos contra a Copa. O perfil “Operation World Cup” era administrado pelo grupo Anonymous e tinha mais de 16 mil seguidores.

De acordo com nota divulgada pelo grupo, o ato foi classificado como censura pelos integrantes. “Essa é mais uma prova de que estamos incomodando os poderosos, os mafiosos políticos, os governantes, os empresários. Sabemos que o governo não parará por aí. Não temos medo de expor nossa ideologia”, diz o texto.

Um nova página, intitulada “Operation World Cup FASE 2” foi criada. Em um dia, cerca de 4 mil pessoas curtiram o canal.
O Facebook informou que os casos de remoção de página são motivados por violações aos termos de uso do site.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo