Número de latrocínios em São Paulo sobe em dezembro

Por Tercio Braga
O Estado de São Paulo teve em 2013 a segunda menor taxa de homicídios dolosos desde 2001 | Stock.xchng O Estado de São Paulo teve em 2013 a segunda menor taxa de homicídios dolosos desde 2001 | Stock.xchng

O número das vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte) subiu 16% em dezembro de 2013 no Estado de São Paulo, na comparação com mesmo período de 2012. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela SSP (Secretaria de Segurança Pública).

As vítimas de latrocínio em dezembro de 2012 somaram 31 enquanto, no mês passado, foram 36. O acumulado do ano também registrou aumento. Foram 352 vítimas em 2012 e 385 en 2013 – aumento de 9,3%.

Homicídios

O Estado de São Paulo teve em 2013 a segunda menor taxa de homicídios dolosos desde 2001, quando teve início a atual série histórica. O indicador de criminalidade caiu 8,2% no ano passado, com 4.439 casos.

A taxa de homicídios, principal indicador internacional de criminalidade, foi de 10,49 casos para cada grupo de 100 mil habitantes em 2013, um dos menores do país. O índice só é maior que o registrado em 2011 (10,1). Em dez anos, a queda nos homicídios dolosos em São Paulo é de 60%.

As estatísticas mostram ainda que dezembro registrou a nona redução seguida do indicador de mortes violentas e a segunda maior variação negativa do ano, com 24,53% ocorrências a menos. A queda no mês passado foi puxada principalmente pela Capital, que teve 36,5% menos homicídios em dezembro, a maior redução do ano.

Furtos

Embora a maioria dos indicadores de crimes contra o patrimônio tenha crescido no ano passado, os furtos tiveram leve redução, de 0,44%, com 2.422 registros a menos. No mês de dezembro, a redução foi de 7,21%.

A maior alta foi no roubo de veículos, que aumentou 13,18% no ano passado.

Rodrigo Hidalgo – repórter

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo