Fernando Haddad libera pancadões em Clubes da Comunidade

Por Caio Cuccino Teixeira
Após confusão em baile funk, manifestantes depredam hipermercado | Reginaldo Castro/Folhapress Após confusão em baile funk, manifestantes depredam hipermercado | Reginaldo Castro/Folhapress

Após regulamentar uma lei que proíbe manter o som do carro alto na calçada ou na rua, o prefeito Fernando Hadadd afirmou nesta segunda-feira que vai liberar os CDCs (Clubes da Comunidade), localizados na periferia, para a realização de bailes funk, os chamados pancadões.

A ideia é que os jovens, ocupem 12 CDC’s que funcionam 24 horas por dia. “As pessoas vão poder chegar com o seu som, vão fazer a sua ocupação numa área distante da residência dos trabalhadores que precisam descansar um pouco para retomar suas atividades no dia seguinte.”, declarou Haddad.

No início de janeiro, Haddad vetou um projeto de lei que proibia a realização de bailes funks em locais fechados. A proposta havia sido aprovada na Câmara Municipal de São Paulo em dezembro. No veto, o prefeito afirmou que não era correto criminalizar um estilo musical.

Depredação

Na noite de anteontem, um grupo interditou uma avenida e depredou um hipermercado na Penha (zona leste) depois que a PM encerrou um baile funk na região após reclamação dos vizinhos. Cerca de 2 mil pessoas participavam do evento. Depois, alguns integrantes do grupo roubaram frentistas de um posto de gasolina. METRO

[poll id=”174″]

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo