Dilma anuncia criação de 47 mil vagas para presidiários

Por Caio Cuccino Teixeira
Apesar da medida, presidente disse que o governo brasileiro não gosta de tomar esse tipo de atitude / Roberto Stuckert Filho/PR Governo Federal vai disponibilizar R$ 1,1 bilhão para a construção de presídios no país / Roberto Stuckert Filho/PR

A presidente Dilma Rousseff anunciou hoje a criação de 47.419 vagas no sistema prisional brasileiro nos próximos anos. A declaração foi dada em entrevista a duas rádios de Belo Horizonte.

Segundo a presidente, o Governo Federal irá disponibilizar R$ 1,1 bilhão do orçamento da União para a construção de novos presídios no país. O valor será liberado para os governos dos estados que apresentarem a União projetos prontos para construção de novas unidades. Só em Minas Gerais, serão mais de 5.600 vagas no sistema penitenciário.

A presidente Dilma também falou sobre a situação crítica que domina a penitenciária de Pedrinhas, no Maranhão, nos últimos dias, após a onda de assassinatos que ocorreu no local. Segundo ela, com a ajuda da Força Nacional de Segurança, órgãos da segurança pública do Maranhão estão tentando solucionar os problemas no presídio.

Dilma ainda afirmou que, sempre que solicitado, o Governo Federal disponibilizará a Força Nacional de Segurança para auxiliar os estados que necessitem.

A governante ressaltou que além do apoio aos estados na construção de novas penitenciárias estaduais, o Governo ainda fornece as prisões federais como alternativa para presos que comandem facções de dentro do presídio.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo