Contra "rolezinho", shopping fecha as portas neste sábado

Por george.ferreira
Segurança foi reforçada em frente ao shopping / Adriano Lima / Folhapress Segurança foi reforçada em frente ao shopping / Adriano Lima / Folhapress

O shopping JK Iguatemi fechou as portas para impedir uma possível invasão de 150 pessoas neste sábado. O grupo fez protesto a favor do “rolezinho” em frente ao centro comercial, no Itaim Bibi, zona sul de São Paulo. As atividades do estabelecimento foram encerradas para conter o possível tumulto, com o fechamento das portas.

Em nota à imprensa, o shopping esclareceu que respeita manifestações democráticas e pacíficas, mas o espaço físico e a operação de um shopping não são planejados para receber o ato.

A concentração dos manifestantes teve inicio às 14h e foi encerrada por volta das 17h.

Ativistas do “Rolê Contra o Racismo no JK Iguatemi”, convocado pela Uneafro (União de Negros de Educação Popular para Negros e a Classe Trabalhadora) no Facebook, estão em frente do shopping. Um grupo chegou a registrar boletim de ocorrência, alegando racismo. Ninguém foi preso.

Leia a íntegra da nota do shopping:
“O Shopping Center JK Iguatemi esclarece que respeita manifestações democráticas e pacíficas, mas o espaço físico e a operação de um shopping não são planejados para receber qualquer tipo de manifestação. Com o compromisso de garantir a segurança de seus clientes, lojistas e colaboradores, e de acordo com procedimento padrão utilizado em situações semelhantes, o empreendimento encerrou suas atividades neste sábado, 18 de janeiro”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo