Sobe para 13 o número de mortos em chacina de Campinas

Por Tercio Braga

Subiu para 13 o número de mortos em uma chacina que aconteceu em Campinas, no interior de São Paulo, no fim de semana. Um dos sobreviventes, que estava em coma, morreu no hospital.

Policiais militares que trabalharam na noite de domingo nos bairros onde aconteceu a chacina começaram a prestar a depoimento nesta sexta-feira. Eles chegaram na delegacia à paisana.

Mais de 20 pessoas, entre parentes, amigos e guardas municipais, já foram ouvidas sobre as mortes de jovens na noite de domingo. Uma das suspeitas é de que policiais militares tenham participado das execuções em retaliação ao assassinato de um PM que abastecia o carro, na mesma região. O comando da corporação afirmou novamente que não vai se pronunciar sobre o caso.

A polícia já identificou os dois suspeitos de terem matado o policial militar no posto de combustível poucas horas antes do inicio das chacinas. Um deles é menor de idade.

Polícia de Campinas identifica os dois assassinos de PM

A polícia de Campinas já identificou os dois homens que mataram um PM, durante uma tentativa de assalto. Nesta sexta-feira, policiais militares da cidade devem prestar depoimento. De Campinas, a repórter Francela Pinheiro tem outras informações.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo