Polícia abre inquérito para apurar crimes durante "rolezinho"

Por fabiosaraiva
A polícia foi chamada para controlar o A polícia foi chamada para controlar o ‘rolezinho’ | Robson Ventura/Folhapress

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar dois roubos e um furto durante um “rolezinho”, no Shopping Metrô Itaquera, na zona leste de São Paulo.

De acordo com a polícia, o objetivo é identificar quem se aproveita dos encontros marcados pela internet para cometer crimes, como os registrados no Shopping Itaquera. No sábado, um adolescente foi detido e encaminhado à Vara da Infância e Juventude por suspeita de roubar um celular. No mesmo evento, outra pessoa teve uma correntinha de ouro e a carteira roubadas. A mercadoria de uma loja também foi furtada.

Agora, a polícia vai analisar as imagens do circuito interno para tentar identificar os suspeitos e vai investigar se os envolvidos nos crimes participaram de outros “rolezinhos”. Os eventos têm ocorrido em shoppings e ganharam repercussão quando algumas lojas dos centros comerciais fecharam as portas mais cedo.

Os organizadores definem os encontros como um “grito por lazer” e negam qualquer intenção ilegal. Ainda de acordo com a polícia, não há nenhuma proibição para que o jovens se reúnam, desde que não haja tumulto e que alguns se aproveitem para roubar.

 

[poll id=”170″]

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo