Litoral de SP tem menos praias impróprias do que em 2013

Por talita

O número de praias impróprias no estado de São Paulo é menor em janeiro deste ano em relação ao de 2013. Segundo a gerente do setor de águas litorâneas da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), Claudia Lamparelli, a menor quantidade de chuvas em dezembro é responsável pelo resultado. “A chuva lava o solo e carrega tudo para o mar. Então você tem um aumento da contaminação da água do mar”, disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

 | Fred Casagrande/Metro Santos Menor quantidade de chuvas contribuiu para contaminação menor| Fred Casagrande/Metro Santos

Atualmente, dos 160 pontos monitorados pela Cetesb em praias paulistas, 39 estão impróprios esta semana. O dado vale até a próxima quarta-feira, quando será divulgado um novo balanço pela companhia, que realiza o serviço há 40 anos. “A amostra de água do mar é coletada no domingo para análise laboratorial,que mede a quantidade de bactérias fecais. Depois, usam-se os cinco resultados anteriores para fazer a classificação da água. Demora cerca de 48 horas para fazer a classificação”, aponta a gerente, explicando o processo semanal feito pela companhia.

A condição da areia não é medida regularmente pela dificuldade em se obter um resultado preciso, como acontece no caso da água. “Na areia, você tem focos, não é um resultado homogêneo, igual ao da água. A sujeira de um ponto pode não estar no outro. A coleta é muito difícil e a avalição fica comprometida”, observa Claudia. Precauções, porém, são necessárias para evitar riscos. “A areia também oferece risco. Recomendação é não deitar diretamente, usar uma esteira, e lavar a mão antes de se alimentar”.

Em razão das chuvas e da quantidade de pessoas nas praias, esta época do ano é considerada a mais crítica pela Cetesb, o que requer um acompanhamento atento de seus funcionários. “Estamos medindo a densidade de bactérias fecais. Mas o saneamento além da chuva é muito importante [para manter a qualidade da água]. Quanto melhor o tratamento de esgoto, melhor a condição das praias”.

A Cetesb disponibiliza em sua página na internet os resultados de suas análises e também divulga a condição das praias paulistas.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo