"Rolezinho" em shopping de São Paulo termina com prisões

Por Tercio Braga
‘Rolezinho’ em Itaquera teve confusão e discussão | Robson Ventura/ Folhapress

Com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha, a Polícia Militar conteve um “rolezinho” no shopping Itaquera, na zona leste de São Paulo. Duas pessoas foram presas por conta de vandalismo, segundo os agentes. Os dois foram encaminhados à delegacia mais próxima.

De acordo com a polícia, cerca de mil pessoas foram até o estabelecimento nesta tarde. A reportagem da Rádio Bandeirantes conversou com lojistas que relataram terem passado por momentos de tensão.

Outros casos

Neste sábado, outro grupo de jovens chegou a ir até o Shopping Campo Limpo, na zona sul da capital paulista, mas foi impedido pela segurança do estabelecimento. Em nota, a assessoria de imprensa do shopping afirmou que “a equipe de segurança foi previamente reforçada e contou com o apoio da Polícia Militar e nenhum evento foi realizado”.

O Shopping informou, ainda, que as operações não foram afetadas e todas as lojas, praça de alimentação e cinema funcionaram normalmente.

O mesmo aconteceu no Shopping JK Iguatemi. Seguranças impediram um “rolezinho” marcado por usuários no Facebook. O estabelecimento, frequentado principalmente por pessoas de classe média-alta, preveniu-se com o reforço da segurança na entrada.

Apenas meia porta estava aberta e os seguranças, além de pedir RG, para quem eles julgassem menores de idade também olhavam bolsas e mochilas de algumas pessoas.

Na entrada do Shopping tinha um aviso dizendo que qualquer pessoa que fosse identificada nesse tipo de manifestação no interior do shopping pagaria uma multa de R$ 10 mil por dia.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo