Prefeitura muda e deixa rodízio suspenso até dia 20 em SP

Por BAND

A prefeitura de São Paulo mudou de posição e decidiu manter a suspensão do rodízio municipal de veículos, que terminaria no dia 13. Agora, a restrição só irá voltar a valer no dia 20 de janeiro. De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), os baixos índices de congestionamento registrados na cidade até o momento não justificam a volta da restrição já na próxima semana.

Quando voltar a vigorar a restrição, os veículos com placas finais 1 e 2 estarão impedidos de circular, do dia 20, em dois horários: das 7h às 10h, e das 17h às 20h. A medida vale para os 150 quilômetros quadrados do centro expandido de São Paulo.

Às terças, o rodízio atinge os carros de final 3 e 4; na quarta, os 5 e 6. Quinta é dia de restrição para os carros com placas terminando em números 7 e 8. E na sexta, 9 e 0.

Com a volta do rodízio, ficam impedidos de circular os automóveis e caminhões no centro expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado minianel viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D´Esccragnole Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação prevista no Código de Trânsito Brasileiro implica em infração de trânsito de nível médio, resultando em multa no valor de R$ 85,13 e acréscimo de quatro pontos na carteira do motorista.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo