Prefeitura quer ampliar área de rodízio em São Paulo

Por BAND

Uma proposta apresentada pela prefeitura de São Paulo pode ampliar as áreas afetadas pelo rodízio de veículos na capital paulista. “Pretendemos implantar o rodizio nas principais avenidas arteriais”, disse o secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto na manhã desta quinta-feira em coletiva de imprensa no prédio da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), no centro da capital paulista.

Leia mais: “Rodízio é remedinho para dor de cabeça”, diz especialista

O tema deve ser analisado no próximo dia 15 no Conselho de Trânsito da cidade. “Vamos passar pelo crivo do conselho para debater sobre esse assunto. É bom que [o conselho] opine para verificar a melhor maneira de melhorar a circulação”, diz Tatto.

Algumas das avenidas que seriam atingidas pelo aumento da zona de restrição são, por exemplo, a Radial Leste, Jacu-Pêssego, Águia de Haia e Aricanduva, na zona leste. Na norte, Braz Leme, Inajar de Souza e Engenheiro Caetano Álvares teriam proibição de circulação. A zona oeste teria rodízio na Eliseu de Almeida, Francisco Moratto e Escola Politécnica, entre outras. Na sul, a Roque Petroni Junior, Roberto Marinho e João Dias.

Dessa forma, o centro expandido passaria dos atuais 150 para 371 quilômetros quadrados de área. “35 eixos estão entrando no rodízio”, apontou Tatto. “Se formos analisar vias arteriais, teremos redução de fila de 20%”. A área foi decidida após simulações feitas “com software que a CET usa há 25 anos”.

Fiscalização

A verificação do cumprimento do rodízio será feito a partir de radares eletrônicos, que irão monitorar cerca de 2,5 mil faixas, informou o secretário. O motorista será alertado da zona de restrição por sinalizações em placas e na pista. “Essa proposta foi a que melhor se adequou ao conforto do usuário; são medidas paliativas”.

Tatto acredita que, com o tempo, a restrição tende a diminuir sua vantagem. “O que tem que ser feito é investimento em transporte público. A gente tenta amenizar o problema do trânsito em São Paulo”.

Implantação

Caso o projeto seja aprovado pelo conselho, o secretário estima que a nova área do rodízio passe a valer a partir de março ou abril. “Nesse período, começamos o processo de sinalização. O motorista vai se preparando, se organizando”. O período, porém, ainda não teria fiscalização e multa pelo descumprimento da medida.

Mapa-SP-Reproducao-Google-Maps

[poll id=”166″]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo